P-47 THUNDERBOLT – O jarro

postado em: Aeromodelismo, Nosso Blog | 0

O Republic P-47 Thunderbolt foi um dos maiores e mais pesados ​​aviões de combate na história a ser alimentado por um único motor a pistão. Ele foi fortemente armados com oito metralhadoras calibre .50  , quatro por asa. Quando totalmente carregado, o P-47 pesava até oito toneladas, e como caça-bombardeiro com objetivos de  ataques  ao solo poderia levar cinco polegadas de foguetes ou uma carga de bombas significativa de até  2,500 lbs; 
O  P-47 era dotado com um poderoso motor,  Pratt & Whitney R-2800 -motor Double Wasp era para ser muito eficaz como um avião de escolta em alta altitude, mas quando desempenhou papel  como um caça-bombardeiro, revelou-se particularmente eficaz em missões de  ataque ao solo , acontecendo tanto na Segunda Guerra Mundial como no Pacífico Theaters.

p47_thunderbolt_formation__by_emigepa-d4cu24nO P-47 foi um dos principais aviões dos  Estados Unidos Army Air Forces (USAAF) utilizado em combate na Segunda Guerra Mundial, e  a serviço nas forças aéreas aliadas como França, Grã-Bretanha e Rússia, além de esquadrões mexicanos e brasileiros que  lutaram  ao lado dos EUA que  estavam equipados com  os  P-47 Thunderbolt.

A cabine blindada e espaçosa oferecia muito conforto e uma excelente visibilidade para o piloto.

A primeira missão do P-47 Thunderbolt aconteceu em 10 de março de 1943.  A missão foi um fracasso devido ao mau funcionamento dos rádios. Assim todos os P-47s foram reequipados com rádios britânicas e as  missões retomaram em 8 de Abril de 1943.. 
O primeiro P-47 Thunderbolt que voou em missão  de combate aéreo ocorreu 15 de abril de 1943 com o Major Don Blakeslee da 4ª FG marcando a primeira vitória no ar do Thunderbolt (contra um Focke Wulf Fw 190). Em 17 de agosto, a P-47 realizou suas primeiras missões de combate em escala. .
Em meados de 1943, o jarro (apelido dado aos P-47 Thunderbolt)  também estavam a serviço com a Força Aérea 12 na Itália , e estava lutando contra os japoneses no Pacífico com o 348º Grupo de Caça voando em missões de escolta em Brisbane, na Austrália.
Em 1944, o Thunderbolt  foi  utilizado em todas as missões de combate com a USAAF e em todos os seus teatros de operações, com exceção do Alasca.
Embora o North American P-51 Mustang  viesse a substituir  o P-47, no papel de escolta de longo alcance na Europa, o Thunderbolt ainda terminou a guerra com  mais de 746 mil missões de todos os tipos, utilizando cerca  de 3499 unidades do  P-47 Thunderbolt  para todas as missões de combate.
De acordo com registros e relatos o P-47 Thunderbolt foi responsável por abater cerca de 900 dos1.983 aviões alemães abatidos durante os primeiros seis meses de 1944. O P-47 Thunderbolt veio a ser tornar um ícone no que diz respeito ao seu poderio de combate e participação no teatro de operações da Segunda Guerra Mundial.
 
Especificações técnicas:
Velocidade máxima: 697 km/h
Introdução: 1942
Retirada de serviço: 1955
Autonomia de voo: 1.290 km
Peso: 4.536 kg
Comprimento: 11 m
Thunderbolt quadricromia

Deixe uma resposta